Nutre a alma com tua essência...

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Buraco Negro



Senti falta da tua mensagem ao acordar, do teu modo de escrever... Senti raiva de mim por não ter conseguido te cativar, por não ter tido mais força e coragem. Senti o peso das tuas palavras nas costas, senti o teu descaso com a minha tentativa de consertar as coisas, senti tua irritação.
Senti vontade de chorar, chorei até secar... Me ocupei no trabalho mas você não saía de mim. Me fez desmoronar como um castelo de areia, despejando seus argumentos como ventania na praia.
Vai ser difícil não te ver hoje, nem amanhã, nem depois...  No meu peito se abre um buraco negro que suga toda a luz. Só você pode me tirar da sombra, o tempo parou por aqui.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Desculpa



Eu sabia que este dia chegaria mas quando chegou, não quis acreditar... Se pudesse correr pra tão longe onde tuas palavras não me alcançassem, eu correria. Se pudesse me esconder onde teus olhos não me vissem, eu me esconderia mas havia esperança de deitar no teu colo e todo esse desespero e transformasse em conforto.
Minha energia acabou e você não foi minha fonte, eu congelei e você não foi meu abrigo. Nada estava no lugar e eu tremia... Meu amor, perdoa se te fiz tão mal, se não fui tudo isso de expectativa que você criou. Desculpa se não fiquei pro café... Pra depois...
Sei que estará bem, você é forte sozinho e eu não tenho direção sem você ser meu guia. Pode me culpar, me julgar mas não me abandona nesse mundo. Não me solta assim que eu vou cair. Não me deixa sair se aqui dentro está pronto pra nós dois!

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Intervalos



Você me apareceu pela manhã com poucas palavras e em seguida desapareceu. Eu com o celular na mão, esperava qualquer resquício seu. Revirando as mensagens antigas que havia me mandado, lembrei que não havia dor, havia sinceridade, havia verdade. 
As dificuldades do dia se tornavam singelas quando tinha você ali, preocupado, querendo me ver. Hoje, eu tive você em pequenos intervalos de tempo mas não sei se você me teve, não sei se neste jogo eu sobreviverei. 
Tenho esperança que amanhã será diferente mas as nossas mãos estão se soltando... Logo você que me fez acreditar... Logo você que prometeu não me descartar... Aqui só há você, amor, tenha um pouco mais de mim.

domingo, 18 de fevereiro de 2018

tempestade



Lá fora estava nublado e aqui dentro chovia... Era tempestade forte e eu queria desabar mas não poderia. Não queria assustá-lo mas também sinto medo. Mesmo sabendo dos seus passos incertos, não pude questionar  o por que de não sentir o teu cheiro e nem o teu gosto e a resposta estava ali, quando me abraçou depressa ou beijou o canto da minha boca. Hoje, não tive tua atenção, nem tua vontade... Não quiseste mais ser o sol e nem pude sentir aquela paz adorável que sentia no teu abraço. Tuas palavras vão opostas às tuas atitudes, não são confortáveis como a nossa cama, que está lá esperando por nós dois. O que falta pra você?

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Amarelo e Azul.



Teu rosto some e aparece a cada clarão, numa cena incrivelmente linda, que fascina. Suas expressões foram desenhadas no meu peito e a cada aperto um som, uma sensação... O corpo esgotado responde querendo descanso mas a mente te deseja ainda mais.
Vai leve como o som da chuva no quintal, de encontro à ti, e dança ao lembrar dos seus olhos que sorriem e acalmam qualquer dor. Não importa a playlist, sua respiração é meu ruído favorito. Entre a penumbra e os feixes de luz, entre o amarelo e o azul, habita o nosso tom de amor. 

quinta-feira, 16 de novembro de 2017



Andando em círculos,
Me perdi no caminho.
Nada muda,
Estou caindo...

E girando com os olhos fechados
Te busco em qualquer direção.
Sua voz parece ter desaparecido,
Não tenho opção.

E com o céu nublado
As estrelas ficam mais distantes.
Mas se tu fores o sol
A luz é constante.
















domingo, 29 de outubro de 2017

Luzes


Tudo o que há agora é silêncio e ele diz tanto... Escreve histórias e os capítulos parecem eternos. Talvez o jantar fique pra depois, as palavras fiquem pra depois e quem sabe o conforto de um abraço chegue de madrugada mas deixe as luzes acesas,meu bem, e eu saberei que ainda está aí.